segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

O SÁBIO DOS SÁBIOS



Conta uma velha lenda que em um determinado reino distante vivia um sábio. Ele era o mais sábio dos sábios e nenhuma questão que lhe fosse levada ficava sem solução. Ele sabia tudo de tudo.

Entretanto, existia nesse mesmo reino um plebeu que invejoso, não se conformava com isso. Ele não aceitava o fato do sábio conseguir decifrar qualquer enigma, fosse ele qual fosse. Então, durante muito tempo, o plebeu ficou arquitetando uma forma de trapacear o sábio.



– Deve existir uma forma de enganar o sábio. Ninguém sabe tudo de tudo – pensava ele inconformado.



Até que um dia ele planejou uma forma, a qual nem mesmo o mais sábio dos sábios teria saída:
Colocarei em minhas mãos, levemente fechadas, um pequeno pássaro vivo e perguntarei ao sábio se o pássaro está vivo ou morto. Se ele responder que está morto, eu abrirei as mãos e o libertarei para o vôo. Mas, se do contrário, ele responder que está vivo, eu o apertarei com os dedos e o matarei.


Diante do sábio ele procedeu como havia planejado, e perguntou-lhe se o pássaro estava vivo ou morto. O sábio fitou afundo os olhos do plebeu e respondeu:

– Meu bom homem, a vida desse pássaro está em suas mãos. Ele é o que você quer que ele seja!

Muitas vezes a resposta esta em nossas mãos... Depende do nosso querer e nosso controle emocional, dos nossos motivos e objetivos porque queremos algo, porque lutamos por determinada coisa... O que tens em tua mão? Está disposto a libertar ou a sufocar a vida fértil que brota de suas mãos?

2 comentários:

Maria disse...

Olá Marcus! Achei seu blog na comunidade sobre DDA! Acabei de criar o meu e gostaria de divulgá-lo, não sei se irá vingar...mas vou tentar! No primeiro post tem uma explicação sobre o porquê da criação do Deixei de me amar!

um beijo

Alanna Siarom disse...

Em nossas mãos está o mundo e em nosso coração o nosso!!E como um diz um grande amigo: "O mundo é nosso"...