sábado, 17 de maio de 2014

A Lição de Nossas Quedas





Certa manhã de domingo, como fazia habitualmente, o mestre Zady caminhava meditativo pela floresta, seguido por um dos seus discípulos. Embora bem mais velho, o mestre andava com serenas passadas firmes, enquanto o jovem aprendiz o seguia escorregando e caindo a todo instante. No entanto, a cada nova queda, o aprendiz se levantava mais irascível, cuspia no chão traiçoeiro e continuava a acompanhar seu mestre. Depois de longas horas cainhando, os dois finalmente chegaram a um lugar sagrado. Contudo, antes mesmo de fazer qualquer menção sagrada, sem cessar seus passos um só instante, o mestre simplesmente, revolveu-se e começou a regressar.
– Mas o Senhor não me ensinou absolutamente nada hoje! – dizia o aprendiz desapontado, enquanto se erguia raivoso de mais um tombo.
– Ensinei sim! – assegurou-lhe o mestre elucidando ainda – Mas parece que você não está preparado para aprender. Durante toda essa caminhada, eu tentei lhe mostrar como devemos proceder mediante os erros da vida.
– E como devemos agir?
– Da mesma maneira que você deveria ter feito com seus tombos. – respondeu o mestre. – Em vez de ficar amaldiçoando o lugar onde você caiu, deveria procurar por aquilo que o fez escorregar. Assim, não continuaria caindo.

Nenhum comentário: