quinta-feira, 19 de setembro de 2013

O quão a sua VERDADE lhe Cega - por Marcus Deminco


Com intento de demonstrar o quão as nossas opiniões – muitas vezes enraizadas em nós como verdades incontestáveis – nos limitam de enxergar melhor o mundo, um grupo de pesquisadores resolveu realizar um simples experimento: adaptaram a maçaneta ao mesmo lado das dobradiças de uma porta e em seguida pediram para um grupo de adultos que entrassem na sala. Na hora de sair, todos caminharam automaticamente até a porta seguraram a maçaneta, giraram como de costume e tentavam abri-la, empurrando ou puxando. Como resultado, concluíram que a porta estava fechada.

Depois deles, dentro da mesma sala, os pesquisadores chamaram algumas crianças e a submeteram as mesmas condições. Todavia, na hora que foi solicitado que eles saíssem, por ainda não terem edificado uma generalização concreta sobre a maneira na qual a maçaneta funciona, simplesmente foram até a porta a empurraram e saíram.

Quantas das nossas decisões (generalizações) sobre a maneira como as coisas funcionam nos deixam ‘aprisionados em nossas verdades’ enquanto os outros não são detidos por elas?

O filósofo grego Epicteu, em seus preceitos também atribuía as nossas crenças como a maior causadora de nossos sofrimentos: NÓS NÃO SOMOS PERTURBADOS PELAS COISAS, MAS PELA OPINIÃO QUE TEMOS SOBRE ELAS. Assim, somente quando aceitamos o diferente, como detentor de uma verdade que julgávamos ser nossa, e passamos a enxergar os acontecimentos através de diversas considerações além das nossas, a nossa própria experiência interior se reestrutura. Possuir mais informações, a partir de diferentes perspectivas propicia uma amplitude no nosso ponto de vista e ter vários pontos de vista é a base da sabedoria para tomarmos decisões, resolvermos conflitos, fazermos negociações e limparmos a nossa historia pessoal.


Veja o resultado no site: www.9gag.com

Nenhum comentário: